sexta-feira, 1 de maio de 2009

inner call


Mais um período de repensar a vida e o meu estar no mundo.

Sinto que algumas coisas estão para mudar. Algo dentro de mim está sinalizando, está me cutucando. Certos discursos estão perdendo o significado que tinham para mim. E os compromissos deles advindos perdem a razão de existir.
Por isso, parei coisas que fazia e estou deixando que esses novos apelos interiores se manifestem.

Estou me permitindo seguir os embalos da vida, caminhando a esmo, sem questionar se cada passo é mundano ou divino, se é materialista ou espiritualista, se é vulgar ou sobrenatural.
Estou pronto para largar tudo ou abraçar tudo.
Apenas me interessa, no meio de toda essa caminhada, aguçar minhas percepções para poder ouvir as sutis manifestações dos novos apelos interiores que estão pipocando dentro de mim.

Quero receber esse "inner call" como algo novo, fresco, transformador.
Por isso, caminho a esmo, procurando me desapegar dos conceitos e preconceitos, desde aqueles mais enraizados na infância, até os mais recentes adquiridos na idade adulta, ao som de trombetas, erguendo tochas de uma liberdade presumida e içando bandeiras de um sonho dourado.

Por isso caminho a esmo, aceitando o lixo e o luxo em que tropeço nas ruas, observando-os simplesmente; permitindo-me degustar o nectar dos deuses quando me é oferecido sob um céu estrelado, mas não me furtando a experimentar uma gororoba servida numa espelunca com que me deparo num beco sujo.

Não estou mal nem bem. Não estou triste nem alegre. Este não é o ponto.
Apenas parei e, ao mesmo tempo, continuei andando.

4 comentários:

Mel disse...

É preciso coragem quando se chega nesse ponto do caminho... Coragem, principalmente, para assumir isso!Posso dizer que estou também vivendo esse momento em minha vida!
Abraços,
Mel (Jundiaí)

Luiz Fernando disse...

A grande maioria de nós buscadores, temos a sensação que somos mais evoluidos, não comendo isto, não concordando com aquilo, " isto é coisa de gente não evoluida...", promovendo assim o céu e o inferno, a grande divisão - Prova de que não somos tão evoluidos assim, nem aceitamos o próximo....
Parabéns pelo respeito à verdade que vem de dentro.

Maria Amelia disse...

Champak,
Pare, mas continue andando...ou fazendo andar o boletim e o site do Osho Brasil!!!! Please!!!!

Saudades,

Maria Amélia

Sw Anand Avikal disse...

Osho nos diz sempre..."pegue o ponto"....Amigo, voce pegou o ponto. Maravilhoso.Apenas esteja aberto e receptivo e o resto a existência fará.Confie....